Dica de blog de viagens

Post para super recomendar o blog “Esse mundo é nosso“.

Estava pesquisando coisas para fazer em Curitiba e topei com o blog :). As dicas dos passeios pela cidade e a recomendação do passeio de trem para Morretes foi super bem vinda e posso dizer que aproveitei ao máximo o passeio! (Aliás, andei tanto que quando estava para voltar, já me sentia moradora da cidade hehe…).

Com as dicas do  pessoal do Esse mundo é nosso em mãos, montei o seguinte roteiro:

  • Andança de reconhecimento do local próximo ao hostel[1] onde fiquei hospedada;
  • Passeio de trem para Morretes pela Serra Verde Express[2]
  • Passeio usando o city tour oferecido pelo Ônibus Turístico[3]:
    • Visita ao Bosque do Alemão
    • Ópera de Arame (que infelizmente estava fechada, perdi um tíquete de viagem aqui)
    • Parque do Tanguá
    • Visita à Torre da Telepar
  • Visita ao Jardim Botânico
  • Visita ao Bairro Santa Felicidade (fui lá exclusivamente para comer… porque ninguém é ferro :P)

Bem, meu post não ficou tão detalhado quanto do pessoal do blog (por isso recomendo a visita no site :) !)… Mas o bacana é que agora sempre que penso em fazer alguma viagem dou uma passadinha lá, para saber se o pessoal já foi e o que recomenda.

Algumas fotinhas que consegui registrar com minha câmera limitada (piada interna)… 

Morretes

Morretes

Parque do Tanguá

Parque do Tanguá

Jardim Botânico

Jardim Botânico

 

É isso aí. Até a próxima :)

 

 

 

 

Erro: “Failed to load session ubuntu”

Recentemente instalei o Linux Mint 15 com Mate no notebook… e entre tantos problemas que enfrentei nessa instalação (ainda vai sair um post contando a ‘novela’ que foi essa instalação…), um deles foi uma mensagem de erro que recebia logo após fazer o login no modo gráfico.

A mensagem de erro era: “Failed to load session ubuntu” e quando clicava em “OK”, abria uma segunda tela pedindo para checar o arquivo ~/.xsession-errors. O problema é que esse arquivo não trazia nenhum erro que indicasse algum problema na configuração. Mas, como já havia feito diversos ajustes no S.O., comecei a imaginar o que havia alterado que poderia ter provocado esse erro, e googleando, me deparei com a solução oferecida no site SULMG Consultoria [1] que me auxiliou a corrigir o problema.

1) Login no modo texto (utilizei a combinação CTRL+ALT+F1)

2) Criar o arquivo ~/.Xsession com o seguinte conteúdo:

exec mate-session

3) Reboot no S.O

E voilá! Novamente com a interface funcionando!

Até a próxima :) !

[1] http://www.sulmg.com.br/dicas/linux/122-erro-failed-to-load-session-ubuntu.html

Desativando o repositório Medibuntu

Após meses somente usando o Linux sem fazer nenhuma atualização, vi que meu MPlayer estava desinstalado. Fui tentar instalar e notei que um dos repositórios adicionados estava dando erro:

Err http://packages.medibuntu.org quantal/non-free amd64 Packages 
 404 Not Found

Pesquisando, vi nos fóruns que o projeto medibuntu foi desativado, conforme anúncio na página oficial [1]. O repositório do Medibuntu era usado para fornecer dois pacotes:

  • libdvdcss2 – reprodução de DVDs
  • w64codecs – Codecs para RealPlayer 10 (RV30/40, COOK, and RealAudio)

No meu caso, precisava somente desabilitar o repositório do Medibuntu… Mas vai que eu preciso atualizar o libdvdcss, melhor fazer o serviço completo: desativar o Medibuntu e ativar o repo oficial do libdvdcss:

1) Removendo a entrada do Medibuntu do sources.list:

sudo sed -i '/^deb http:\/\/packages.medibuntu.org*/d' /etc/apt/sources.list /etc/apt/sources.list.d/*.list

2) Adicionando o repositório do libdvdcss:

curl ftp://ftp.videolan.org/pub/debian/videolan-apt.asc | sudo apt-key add -
echo "deb ftp://ftp.videolan.org/pub/debian/stable ./" | sudo tee /etc/apt/sources.list.d/libdvdcss.list
sudo apt-get update

E depois instalei meu MPlayer e fui ser feliz :) .

Referências:

[1] https://launchpad.net/medibuntu/+announcement/11951
[2] http://blogs.kde.org/2013/09/11/medibuntu-disappear-libdvdcss-now-direct-videolan

Feliz ano novo!

Cortar o tempo

Carlos Drummond de Andrade

Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial.

Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.

Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente.

Aqui termina Carlos Drummond de Andrade… e eu completo:

Teremos outras 365 novas oportunidades de dizer à vida, que de fato queremos ser plenamente felizes:

Que queremos viver cada dia, cada hora e cada minuto em sua plenitude, como se fosse o último.

Que queremos renovação e buscaremos os grandes milagres da vida a cada instante.

Todo Ano Novo é hora de renascer, de florescer, de viver de novo.

Aproveitem este ano que está chegando para realizar todos os seus sonhos!

Seja bem vindo, 2014!

 

Feliz 2014

Script para coletar informações básicas da máquina

Coleta informações como hostname, modelo e quantidade de CPU, memória, disco e rede.

A parte de coleta de informações de rede foi baseada no script disponibilizado no Viva o Linux [1].

O script ficou meio grande para colocar aqui no post, então segue um trechinho do código… e no arquivo info_maquina.doc consta o script completo.

#!/bin/bash
#### Script para coletar informacoes da maquina
## Nix - Novembro/2013
# Coleta info de memoria
MEM="$(cat /proc/meminfo | grep "\MemTotal" | cut -d\: -f2-)"
MEM="$(echo ${MEM})"
# Coleta info processador - quantidade
NPROC="$(cat /proc/cpuinfo | grep -i processor | wc -l)"
NPROC="$(echo ${NPROC})"
# Coleta info processador - modelo
PROC="$(cat /proc/cpuinfo | grep "\model name" | tail -1 | cut -d\: -f2-)"
PROC="$(echo ${PROC})"

Saída na tela:

Saída informações da máquinas

Saída informações da máquinas

Referência:

[1] Script simples para pegar informações sobre a placa de rede

Michael’s bday!

Yeap. This is it…

#MJWeareone #bday #MichaelJackson #MJ

-HAPPY-BIRTHDAY-MICHAEL-michael-jackson-31985792-600-417

Script para validação de senhas em massa

Estreando uma nova categoria dentro de Learning no blog: Scripts.

Não… não sou programadora… mas quem administra sistemas, desde cedo aprende que quanto mais tarefas rotineiras for possível automatizar… mais tempo terá para fazer coisas interessantes, como por exemplo, iniciar um estudo de uma tecnologia que pode ser utilizada na empresa, ou trabalhar em algum projeto, enfim… ‘n’ coisas :).

Ainda tenho muito o que aprender em termos de script (começando pela lógica :(), mas andei brincando com alguns scripts e descobri que apesar de não saber programar, não é que eles foram de grande ajuda no meu dia-a-dia? :)

Mas vamos lá… Recentemente, precisei fazer uma validação em massa da senha de root em vários servidores, sendo que para cada um a senha era diferente.

Com a ajuda do expect [1] e um howto [2] bacana encontrado by google, consegui realizar a validação :).
pwtest.exp
#!/usr/bin/expect -f

################################################################################################################
## Script para testar a conexão com o servidor e checar se a senha do usuário root está correta ou não ##
## Utiliza o comando expect para fazer o acesso e inserir a senha ##
## Referência: http://www.pantz.org/software/expect/expect_examples_and_tips.html ##
## Nix - 23/08/2013 ##
################################################################################################################
######### Variaveis ######### 
set timeout 9
set HOST [lindex $argv 0]
set PASS [lindex $argv 1]
log_user 0

## Inicializa a conexão SSH 
spawn ssh -q -o StrictHostKeyChecking=no root@$HOST
## Mensagem de erro a ser exibida caso ocorra timeout na conexão SSH (prompt que solicita a senha não é exibido)
## *assword é para corresponder "Password" ou "password" :)
expect {
 timeout { send_user "\nFailed to get password prompt\n"; exit 1 }
 eof { send_user "\nSSH failure for $HOST\n"; exit 1 }
 "*assword"
}
## Caso o prompt que solicita a senha é exibido, a mesma é enviada
send "$PASS\r"

## Mensagem a ser exibida caso a senha esteja incorreta
## *\# indica o prompt do usuário - no caso, o root
expect {
 timeout { send_user "$HOST - Login failed. Password incorrect.\n"; exit 1}
 "*\# "
}
## Caso a senha esteja correta, é exibida a mensagem abaixo:
send_user "$HOST - Password is correct\n"

## Desconecta do servidor - o mesmo que Control+D:
send "exit\r"
## Encerra programa
close

==============================================================================================================================
valida_pw.sh
#!/bin/bash

################################################################################################################
## Script para validar senhas em massa a partir de um arquivo de servidores e outro com as respectivas senhas 
## Executa o arquivo pwtest.exp 
## Nix - 23/08/2013
################################################################################################################

######## Variaveis ########
# Lista de servidores
HOSTS=$(cat /root/temp/hosts_dev.txt)
# Arquivo de senhas
PWDS=$(cat /root/temp/pws_dev.txt)

####### Contador para ler o arquivo de senhas linha a linha #######
i=0
for pd in $PWDS; do
 pws[$i]=$pd;
 i=`expr $i + 1`
done

####### Contador para ler o arquivo de hosts linha a linha e testar a senha usando o script expect #######
### É passado como parâmetro o servidor ($j) e a senha do mesmo ($pws)
i=0
for j in $HOSTS; do
 /root/temp/pwtest.exp $j ${pws[$i]}
 i=`expr $i + 1`
done

============================================================================================================================== 

Para executar (antes é necessário dar permissão usando o comando chmod ;)):

$./valida_pw.sh

Até a próxima! :)
Referências:
[1] http://www.nist.gov/el/msid/expect.cfm
[2] http://www.pantz.org/software/expect/expect_examples_and_tips.html


Follow Nix on WordPress.com
abril 2014
S T Q Q S S D
« jan    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Flickr Photos

Dunnocklet!

Mais fotos

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: