Comando alias

Neste post, vou falar sobre alias, que seriam mais ou menos como apelidos que podemos colocar em comandos. Muitas vezes temos uma linha de comando muito extensa, então é mais fácil criar um apelido para essa  linha de comando ao invés de digitar a linha toda.

O comando que cria os tais apelidos, é o alias… e sua sintaxe é:

alias <apelido>='<comando_linux>

Onde, <apelido> é o “apelido”, e, <comando_linux>, é o comando real que receberá o alias.

E detalhe… não deve existir espaços antes e depois do “=” e, caso o <comando_linux> tenha mais de uma palavra, ele deve vir entre ‘aspas simples’.

Por exemplo… teve um post que falei sobre o comando rm… e até mencionei que este é um comando que deve ser utilizado com muito cuidado!

Nos exemplos do comando rm, vimos que existe a opção -i, que é interativo… e teve até um comentário no post, falando sobre criar um alias para pedir confirmação ao remover um arquivo ou diretório!

Então, vamos criar o alias aqui:

# alias rm=’rm -i’

Após executar o comando acima, toda vez que for remover um arquivo ou diretório, será solicitado uma confirmação. Por exemplo:

# cd /tmp

# touch teste.txt

# rm teste.txt
rm: remove arquivo comum vazio `teste.txt’? y

Para confirmar a remoção, basta teclar y ou então, se desistir de remover, basta teclar n.

Outro exemplo de alias: para limpar o terminal, no Linux utilizamos o comando clear. Para quem tem saudades do DOS e quer usar o cls, basta criar um alias com esse nome:

# alias cls=’clear’

Aí, toda vez que executar o comando cls, irá limpar a tela.

É importante lembrar que, ao criar o alias, o comando original, não será apagado! Isso quer dizer que, caso digite o comando clear, ele irá limpar a tela normalmente! Só no caso do comando rm que, se você não remover o alias ele sempre irá pedir confirmação… se bem que no caso do rm, sempre é bom manter o alias que pede a confirmação 😉 !

Para checar os alias disponíveis, basta executar o comando alias sem argumentos:

# alias
alias rm=’rm -i’
alias cls=’clear’

Para remover um alias, basta executar:

# unalias cls

# alias
alias rm=’rm -i’

Para remover todos os alias:

# unalias -a

Onde a opção -a irá remover todas as definições de alias.

Até o próximo post! 😉

Anúncios

Um comentário sobre “Comando alias

  1. José Nelson 17/08/2011 / 11:03 PM

    Grato pelas dicas e até a próxima!!!

Os comentários estão desativados.