Arquivo /etc/inittab

No post anterior, falei sobre os níveis de inicialização do Linux; aqui, vou falar sobre o arquivo /etc/inittab, que é o responsável por definir o nível de execução (runlevel) que o Linux vai iniciar e a sequência de scripts que serão executados para inicializar os serviços.

Primeira coisa, mesmo que a gente não venha trocar uma linha… vamos fazer um backup do arquivo; afinal de contas, ‘abençoados sejam os pessimistas, pois eles fizeram bekapi’:

# cd /etc/

# cp inittab /root/bekapi/

`inittab’ -> `/root/bekapi/inittab’


Agora sim, podemos editar o arquivo:

# vi inittab

A primeira linha importante é essa:

id:2:initdefault:

Essa linha, pessoas indica qual o runlevel padrão o sistema vai iniciar! Então, se quero trocar o nível, é aqui que vou mexer! Só por favor não incluam ai o nível 0 ou 6… rs senão o sistema vai ligar e desligar eternamente!

si::sysinit:/etc/init.d/rcS

A linha acima, chama o script que irá iniciar todos scripts que iniciam em ‘S’ no /etc/rcS.d.

~~:S:wait:/sbin/sulogin

Essa linha, chama o comando sulogin, que é utilizado pelo sistema para entrar em modo monousuário (single). Quando o sulogin é invocado, o seguinte prompt é exibido:

Give root password for maintenance

(or type Control-D to continue):

Essa mensagem costuma aparecer quando o sistema está iniciando e acontece algum problema… daí, você tem a opção de fornecer a senha de root prá consertar o sistema, ou então, teclar CTRL+D para continuar.

l0:0:wait:/etc/init.d/rc 0

l1:1:wait:/etc/init.d/rc 1

l2:2:wait:/etc/init.d/rc 2

l3:3:wait:/etc/init.d/rc 3

l4:4:wait:/etc/init.d/rc 4

l5:5:wait:/etc/init.d/rc 5

l6:6:wait:/etc/init.d/rc 6

As linhas acima indicam os níveis de inicialização que vimos anteriormente! E aqui, indica o nível e os diretórios que serão acessados (aqueles rc?.d, lembram?).

ca:12345:ctrlaltdel:/sbin/shutdown -t1 -a -r now

Essa linha executa uma ação para a combinação das teclas CTRL+ALT+DEL.

Os números 12345 indicam que a ação será executada nesses níves. Por padrão, essa combinação executa o reboot da máquina (/sbin/shutdown -t1 -a -r now).

Então, se a gente for pensar em segurança, pode apagar essa linha, comentar (colocar o sinal ‘#’ sem as aspas na frente da linha), ou ainda executar um comando… Aqui na minha máquina, troquei a linha para:

ca:12345:ctrlaltdel:/bin/echo “Voce teclou CTRL + ALT + DEL”

Daí, toda vez que eu uso a combinação CTRL+ALT+DEL, aparece: “Voce teclou CTRL+ALT+DEL”. Chique no úrtimo, esse tal de comando echo :P!

1:2345:respawn:/sbin/getty 38400 tty1

2:23:respawn:/sbin/getty 38400 tty2

3:23:respawn:/sbin/getty 38400 tty3

4:23:respawn:/sbin/getty 38400 tty4

5:23:respawn:/sbin/getty 38400 tty5

6:23:respawn:/sbin/getty 38400 tty6

As linhas acima indicam chamadas do console para login em modo texto… são os terminais que acessamos com as teclas CTRL+ALT+F1, CTRL+ALT+F2…

E assim vai até o 6. As linhas acima, indicam que esses terminais estão liberados para uso! Ou seja, é logar e usar o shell!

Para desabilitar, basta comentar as linhas que deseja desabilitar; lembrando que não se deve comentar todas… pelo menos dois terminais devem ficar ativos… que aí, um você usa no modo texto, e outro é usado pela interface gráfica, caso esteja configurada.

Bem, depois de fazer todas mudanças no arquivo, é hora de salvar o arquivo e atualizar as configurações. Para isso:

# init q

A opção ‘q‘ diz ao init para reler o inittab! Assim, as mudanças são feitas sem a necessidade de reiniciar a máquina, uma vez que o inittab é lido no momento da inicialização.

É importante falar que o comando init não é utilizado somente para atualizar o arquivo… ele também pode ser utilizado para mudar o nível. Por exemplo:

# init 1

Esse comando desloga do terminal e invoca o sulogin, onde você pode informar a senha – ai entra no modo monousário; ou então tecla CTRL+D para iniciar no runlevel padrão.

Bem, é isso aí pessoal… até o próximo post!

3 Responses to “Arquivo /etc/inittab”


  1. 1 Bruno 08/12/2009 às 2:56 PM

    Pensando em um servidor de produção, estável e que não pode ser
    interrompido, qual evento seria interessante retirar do arquivo /etc/inittab padrão? Informe qual a
    linha?

  2. 2 Jorge 21/01/2011 às 9:31 AM

    comentar a linha do ctrl+alt+del
    evitar reboots acidentais q podem trazer consequencias catastroficas.

  3. 3 HUGO LUIZ 08/04/2011 às 8:12 PM

    Minha nosso… que explicação de mais!! Obrigado rapaz… O brasileiro também é muito inteligente!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Follow Nix on WordPress.com
dezembro 2008
S T Q Q S S D
« nov   jan »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Flickr Photos

Fast-flying Falcon

Mais fotos

%d blogueiros gostam disto: