SWAT – Samba Web Administration Tool

SWAT é uma ferramenta que permite realizar a configuração do samba através de uma interface web.

O executável, chamado swat, é iniciado através do inetd, openbsd-inetd ou xinetd, dependendo da distribuição linux utilizada. Sua configuração é simples, porém é importante lembrar de fazer um backup do arquivo smb.conf original, pois o swat sobrescreve o mesmo com as configurações escolhidas.

A configuração abaixo foi realizada em um Debian Squeeze🙂.

Instalação, configuração e exemplo de uso

Instalar o pacote swat:

[root@lab-samba: ~]# apt-get install swat

Após instalar o pacote, verificar se o arquivo /etc/inetd.conf traz a linha que inicia o serviço swat:

[root@lab-samba: ~]# grep swat /etc/inetd.conf
swat        stream    tcp    nowait.400    root    /usr/sbin/tcpd    /usr/sbin/swat

Caso a linha acima não esteja presente no arquivo /etc/inetd.conf, editar o arquivo, adicionar a linha e em seguida reiniciar o serviço:

[root@lab-samba: ~]# /etc/init.d/openbsd-inetd restart

O swat roda na porta 901, para checar se o serviço subiu, executar:

[root@lab-samba: ~]# netstat -atnp | grep 901
tcp        0      0 0.0.0.0:901             0.0.0.0:*               LISTEN      1907/inetd

A linha acima, indica que o serviço está no ar; para acesssar, digitar no browse o endereço do servidor onde o swat está instalado (substitua o IP abaixo pelo do seu servidor):

192.168.1.100:901

Se tudo estiver Ok, irá abrir um pop-up solicitando usuário e senha – utilizar o usuário root e a senha definida para ele. Abaixo, um exemplo da páginal inicial do swat:

 

swat

Página Inicial SWAT

 

Na página inicial, a linha horizontal traz os ícones que apontam para links de configuração:

 

ícones swat

Ícones SWAT

 

Falando sobre os ícones…

  1. Página inicial do swat, traz os ícones de configuração e links para documentação do Samba.
  2. Configuração de parâmetros globais, isto é, que afetarão o samba como um todo.
  3. Configuração de compartilhamentos.
  4. Configuração de impressoras.
  5. Assistente de configuração que gera um smb.conf com algumas configurações padrão, sobrescrevendo o arquivo original (fez backup😉 ?).
  6. Exibe o status do sistema e permite parar ou reiniciar o samba, além de exibir conexões ativas e outras informações.
  7. Exibe o arquivo smb.conf.
  8. Gerenciamento de senhas.

Os itens 2, 3 e 4 trazem dois modos de visualização: básico e avançado. A diferença entre eles está na quantidade de opções.

O swat possui uma interface intuitiva, porém não dispensa o conhecimento do administrador nas questões de parâmetros e opções, portanto, não deixe de conhecer a configuração realizada diretamente no arquivo smb.conf.

Aqui, segue um exemplo de compartilhamento criado utilizando o swat:

 

share swat

Exemplo de compartilhamento utilizando SWAT

 

Acima, foi criado um compartilhamento chamado config, que utilizará o diretório /srv/samba/configuracoes. O usuário válido para acessar esse compartilhamento é a alice, com permissão de escrita.

Após criar o compartilhamento, clicar em Commit Changes, para salvar as alterações. Ao clicar em View, o compartilhamento irá aparecer:

 

view_share

Trecho de visualização do arquivo de configuração no SWAT

 

Caso não visualize o novo compartilhamento, reiniciar o serviço, para isso, clicar no ícone Status e em seguida no botão “Restart All”.

É importante frisar que, apesar da facilidade da criação do compartilhamento, para que este se torne disponível para o usuário, é necessário criar o diretório e  ajustar as permissões, além de criar o usuário que terá acesso ao compartilhamento e adicioná-lo no samba:

[root@lab-samba: ~]# mkdir /srv/samba/configuracoes
[root@lab-samba: ~]# chmod 770 /srv/samba/configuracoes/
[root@lab-samba: ~]# chgrp users /srv/samba/configuracoes/
[root@lab-samba: ~]# ls -ld /srv/samba/configuracoes/
drwxrwx— 2 root users 1024 Jun  3 13:29 /srv/samba/configuracoes/

[root@lab-samba: ~]# useradd -c “Alice Maravilha” -m -d /srv/samba/homes/alice -g users -s /bin/false alice
[root@lab-samba: ~]# smbpasswd -a alice
New SMB password:
Retype new SMB password:
Added user alice.

Após criar o usuário, no Windows, vá em Network, e localize o compartilhamento criado, no caso, config. Será solicitado o usuário e senha e após autenticar o usuário, poderá utilizar o compartilhamento. Pelo swat, é possível visualizar a máquina conectada ao compartihamento bem como o usuário que está utilizando, basta acessar o ícone View:

 

status_server_swat

Status Samba via SWAT

 

Bem é isso… muitos administradores não gostam muito dessa ferramenta e eu, particularmente só utilizaria se realmente não houvesse outro meio… Quando você trabalha em modo texto, a gama de coisas que pode fazer, é bem maior mas, como dizia um professor, “nem tudo tem só vantagens ou desvantagens”, e é bom saber que existem alternativas gráficas, além da edição no modo texto; além do mais, pode ser um outro meio para acessar o servidor remotamente. Para quem está começando a trabalhar no mundo linux é uma forma fácil para gerar um arquivo smb.conf e visualizar o arquivo de uma forma limpa (embora existam formas de se fazer isso no modo texto :P). Outra ferramenta que permite a configuração do samba e outros serviços via interface web, é o Webmin, mas esse é assunto para outro post.

Até lá :)!

 

Referências:

0 Responses to “SWAT – Samba Web Administration Tool”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Follow Nix on WordPress.com
junho 2012
S T Q Q S S D
« maio   jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Flickr Photos

Red and Gold

Mais fotos

%d blogueiros gostam disto: