Uma oração…

Essa oração foi escrita por Paulo Coelho, e foi publicada na Revista da Folha em Set/98.

oracao“Senhor, protegei as nossas dúvidas, porque a dúvida é uma maneira de rezar. É ela que nos faz crescer, porque nos obriga a olhar sem medo para as muitas resposta de uma mesma pergunta. E, para que isto seja possível, Senhor, protegei as nossas decisões, porque a decisão é uma maneira de rezar. Dai-nos coragem para, depois da dúvida, sermos capazes de escolher entre um caminho e o outro. Que o nosso sim seja sempre sim e o nosso não seja sempre um não. Que, uma vez escolhido o caminho, jamais olhemos para trás, nem deixemos que nossa alma seja roída pelo remorso. E, para que isto seja possível, Senhor, protegei as nossas ações, porque a ação é uma maneira de rezar.
Fazei com que nosso pão de cada dia seja fruto do melhor que levamos dentro de nós mesmos. Que possamos, por meio do trabalho e da ação, compartilhar um pouco do amor que recebemos. E, para que isto seja possível, Senhor, protegei os nossos sonhos porque o sonho é uma maneira de rezar. Fazei com que, independentemente de nossa idade ou de nossa circunstância, sejamos capazes de manter acesa no coração a chama sagrada da esperança e da perseverança. E, para que isto seja possível, Senhor, dai-nos sempre entusiasmo, porque o entusiasmo é uma maneira de rezar. É ele que nos liga aos céus e a terra, aos homens e às crianças e nos diz que o desejo é importante e merece o nosso esforço. É ele que nos afirma que tudo é possível, desde que estejamos totalmente comprometidos com o que fazemos. E, para que isto seja possível, Senhor, protegei-nos, porque a vida é a única maneira que temos para manifestar o teu milagre.
Que a terra continue transformando a semente em trigo, que nós continuemos transmutando o trigo em pão. E isto só é possível, Senhor, se tivermos amor – portanto, nunca nos deixe em solidão. Dai-nos sempre a Tua companhia e a companhia de homens e mulheres que tem dúvidas, agem, sonham, entusiasmam-se e vivem como se cada dia fosse totalmente dedicado à Tua glória. Amém”

Anúncios

A corrida das bicicletas

Outra reflexão do Paulo Coelho que também gosto muito! =)

A vida é como uma grande corrida de bicicleta, cuja meta é cumprir a lenda pessoal.

Na largada, estamos juntos – compartilhando camaradagem e entusiasmo.

Mas, à medida que a corrida se desenvolve, a alegria inicial cede lugar aos verdadeiros desafios: o cansaço, a monotonia, as dúvidas sobre a própria capacidade.

Reparamos que alguns amigos desistiram do desafio – ainda estão correndo, mas apenas porque não podem parar no meio de uma estrada; eles são numerosos, pedalam ao lado do carro de apoio, conversam entre si e cumprem uma obrigação.

Terminamos por nos distanciar deles; e então somos obrigados a enfrentar a solidão, as surpresas com as curvas desconhecidas, os problemas com a bicicleta…

E, ao cabo de algum tempo, começamos a nos perguntar se vale a pena tanto esforço!

Sim, vale a pena!!! É só não desistir.

A espada e as duas mãos

Gosto muito dessa mensagem do Paulo Coelho!

Um guerreiro sabe que um anjo e um demônio disputam a mão que segura a espada.

Diz o demônio: “Você vai fraquejar. Você não vai saber o momento exato. Você está com medo.”

Diz o anjo: “Você vai fraquejar. Você não vai saber o momento exato. Você está com medo.

O guerreiro fica surpreso. Ambos disseram a mesma coisa.

Então o demônio continua: “Deixa que eu te ajudo.”

E diz o anjo: “Eu te ajudo.”

Nesta hora, o guerreiro percebe a diferença. As palavras são as mesmas, mas os aliados são diferentes.

Então ele dedica sua vitória a Deus. E, com a confiança dos valentes, escolhe a mão de seu anjo…